ARTIGO: A CRIANÇA E O BRINCAR

O belo texto escrito pela nossa Diretora Presidente Elisabete Monteiro, faz alusão ao Dia Mundial do Brincar, comemorado no dia 28 de maio.”A criança e o brincar” é o artigo da coluna opinião do Jornal A Tarde (28.05.19).

PALMEIRAS, 18 SETEMBRO: A pedagoga Cybele Amado posa para fotos na sede do Instituto Chapara de Educacao e Pesquisa, em Palmeiras, Bahia, em 18 de setembro de 2012. (Foto: Na Lata)

Elisabete Monteiro – Mestre em Educação pela Université du Québec à Chicoutimi – Canadá. Diretora Presidente do ICEP – Instituto Chapada de Educação e Pesquisa.

Hoje, dia 28 de maio, comemoramos o Dia Mundial do Brincar que foi criado em 1999, por iniciativa da Associação Internacional de Brinquedotecas. No Brasil, o movimento Aliança pela Infância começou a difundir essa ideia abraçada por inúmeras instituições do país, a exemplo do Instituto Chapada de Educação e Pesquisa – ICEP. A pergunta que nos fazemos aqui é: qual a importância do brincar para o desenvolvimento infantil? O brincar implica em um dos meios para nos construímos como homens e mulheres que pensam, agem e que se relacionam com sua realidade e precisa ser entendido como um direito fundamental da criança para o seu desenvolvimento físico, intelectual, social e cultural. Sim, caros leitores, o brincar é muito mais importante do que imaginamos! Os educadores, pais e familiares em geral precisam se dar conta da grandiosidade de permitir que as crianças e jovens vivenciem situações lúdicas de diversas naturezas. Nos dias de hoje observamos a limitação das situações vividas por nossas crianças que muitas vezes se restringem ao brincar sozinhas ou tendo apenas como espaços de diversão jogos eletrônicos. Falamos aqui sobre a importância do brincar com outra criança, em grupo, em espaços livres e junto à natureza… É a diversidade de situações do brincar que enriquece a formação da criança. Na brincadeira vive desafios, resolve problemas, desenvolve a imaginação, aprende sobre regras, sobre o tempo e o espaço, aprende a conviver e se relacionar com outras crianças, com adultos e com as “coisas do mundo”.  Brincando a criança representa variados papéis e funções que sua imaginação alcança! É o “jogo simbólico”, jogo de papéis e “faz de contas” tão importante para o desenvolvimento infantil. Brincando, experiencia frustrações, perdas e ganhos e outras tantas aprendizagens essenciais para se transformar em um ser humano – humano. As crianças na medida que vão se relacionando com o mundo sentem necessidade de agir sobre ele. Todos nós que convivemos com crianças pequenas percebemos o quanto são “buliçosas”, como querem mexer em tudo, quanto tentam desmontar seus brinquedos para ver o que tem dentro ou quantas vezes jogam coisas para cima ou para baixo só pra observar o que vai acontecer. É desta forma que constroem seus conhecimentos. Na Semana Mundial do Brincar 2019 – de 25 maio a 2 de junho – o ICEP e a Aliança pela Infância apresentam algumas propostas: Ações que permitam a união de pessoas de idades e culturas diferentes; Brincar livre; Brincar sob todas as formas: brincadeiras e momentos com brinquedos diferenciados; jogos de tabuleiro ou ar livre; brincadeiras tradicionais; reflexões sobre o brincar em iniciativas como exposições, palestras e ações em redes sociais. E, sobretudo, que o brincar tome conta de espaços públicos e privados, instituições, escolas, praças, ruas e famílias.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *