“Por uma Chapada mais forte”

14066288_1227196140653581_4517150989970469435_o

Cerca de 180 pessoas estiveram presentes na noite desta quinta-feira, 11 de agosto, na cidade de Seabra (BA). Prefeitos, vereadores, candidatos e educadores se juntaram à equipe de Instituto Chapada de Educação e Pesquisa (ICEP) para para o lançamento da Campanha “Territórios pela Educação – 2016”.
Cidades como Boa vista do Tupim, Boquira, Ibitiara, Iraquara, Souto Soares, Seabra, Xique Xique, Piritiba, Novo Horizonte e São Félix do Coribe fizeram-se presentes com representantes tanto do poder público como da sociedade civil. “Para nós, isso é a prova do comprometimento que esses municípios têm tido com a educação e também resultado do trabalho que viemos desenvolvendo desde 2004”, afirma Fernanda Novaes, Diretora de Relações Institucionais do ICEP. Em destaque, a imparcialidade política na educação para garantir o andamento dos bons projetos independente dos resultados das eleições.
Nas cidades em que a Mobilização já acontece, a população aprendeu a questionar prefeitos, vereadores e candidatos sobre como será sua atuação no campo da educação, uma postura que não se vê na saúde, nem na ação social, e que é um indicador de qualidade muito positivo sobre a ação do Icep. “Não existe medo nesses gestores sobre o empoderamento dos alunos. O que eu vejo é uma corresponsabilização e um desejo muito grande de que eles venham a brilhar no futuro, o que acabará por se refletir na melhoria do próprio município e da região”, observou a diretora Fernanda.
Para Hemerson Rodrigues, diretor Pedagógico da cidade de Souto Soares, isso se dá porque os Fóruns de Educação e o próprio “Dia E” se constituem como um espaço de exercício da política cidadã, onde “os interesses partidários caem por terra e prevalecem os interesses da comunidade”. Para Fernanda, é na mobilização social que se começa a costurar uma teia invisível de parcerias, cumplicidades e de corresponsabilidades que nos levará a uma “chapada fortalecida e muito dinâmica, com bastante colaboração entre esses municípios irmãos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *